Dicas de alimentação para quem sofre de doenças reumáticas

Última atualização: 15/10/2010

Atualizado em 15/10/2010
 
 
Abaixo você confere dicas especiais de alimentação para pacientes de doenças reumáticas que o Portal Reumatoguia preparou com ajuda da nutricionista Karin Klack, do serviço de reumatologia do Hospital das Clínicas de São Paulo.
 
1) Coma moderadamente e cuidado com as calorias! Obesidade e doenças reumáticas não formam uma boa combinação, tal quadro pode sobrecarregar suas articulações.

2) Coma alimentos ricos em ácidos graxos ômega 3 e 9. Esses nutrientes têm propriedades protetoras do sistema cardiovascular e também são antinflamatórios. Os ácidos ômega 3 e 9 podem ser encontrados em sardinha, atum, salmão, arenque, azeite, abacate, aveia, linhaça, castanha do pará, nozes, avelã.
 
3) Vitaminas A, E, zinco e selênio são nutrientes antioxidantes e melhoram o sistema imunológico. Eles estão presentes também nos alimentos citados acima e ainda em leite, carnes e ovos.

4) Aos pacientes que tomam corticóides, o conselho é ingerir moderadamente produtos ricos em sódio (sal), para que não desenvolvam hipertensão ou apresentem retenção de líquidos.
 
5) Outra dica para quem toma esses medicamentos é evitar alimentos gordurosos, que podem elevar o colesterol e triglicérides plasmáticos e aumentar o consumo de fontes de cálcio.

6) A vitamina D é essencial para ajudar na absorção do cálcio e garantir a renovação do tecido ósseo. Ela pode ser sintetizada pelo organismo na presença de luz solar, por isso recomenda-se exposição moderada ao sol por alguns minutos por dia. Alimentos como gema de ovo, fígado, manteiga, salmão, sardinha e atum também contém vitamina D. 
 
7) Consuma alimentos ricos em cálcio. O cálcio e a vitamina D reduzem as taxas de perda óssea e a incidência de fraturas em pessoas idosas e em pacientes com doenças reumáticas tais como artrose e osteoporose. O cálcio é encontrado no leite, iogurtes desnatados, queijos brancos e verduras verde escuras.
 
 
 

voltar topo
  • impressão
  • enviar por e-mail
Aviso Legal:

1. As informações contidas neste site tem caráter meramente educativo e não substituem as opiniões, condutas e discussões estabelecidas entre médico e paciente.

2. Todas as decisões relacionadas ao tratamento devem ser tomadas com respaldo do médico responsável pelo acompanhamento clínico do paciente, pois é ele quem mais conhece as particularidades de cada paciente, tendo, portanto, melhores condições de opinar e prescrever a conduta mais adequada.

3. Os patrocinadores não têm nenhuma responsabilidade ou influência sobre o conteúdo do portal.