Ataque Agudo de Gota

Última atualização: 08/06/2010

O tratamento de crises agudas de gota é o tratamento da inflamação. As drogas de escolha são os anti-inflamatórios não esteróides. Esta é uma grande família de compostos e têm demonstrado a sua eficácia nesta doença. Devem utilizar-se em dose máxima por dois ou três dias e posteriormente diminuir até completar uma semana de tratamento. Podem ser utilizados anti-inflamatórios injetáveis para depois substituir pela via oral. A colchicina é um medicamento muito apropriado e eficaz para o tratamento de gota.
Como principal efeito colateral pode apresentar-se diarréia, que geralmente acontece juntamente com a redução da inflamação. Depois de tratar o processo agudo, se reduz a dose até uma semana de tratamento. Se o episódio de gota leva mais de 48 horas, a colchicina, provavelmente já não será tão eficaz. 
O uso de esteróides rara vez é indicado na crise aguda. Esse tipo de medicamentos são utilizados quando existe acometimento poliarticular, que pode ser muito incapacitante. 
Quando se trata o primeiro ataque de gota, de forma geral, deve orientar-se ao paciente sobre medidas dietéticas, controle de e não iniciar a terapia crônica, pois pode levar muitos anos antes de voltar a ter outro episódio. 

voltar topo
  • impressão
  • enviar por e-mail
Aviso Legal:

1. As informações contidas neste site tem caráter meramente educativo e não substituem as opiniões, condutas e discussões estabelecidas entre médico e paciente.

2. Todas as decisões relacionadas ao tratamento devem ser tomadas com respaldo do médico responsável pelo acompanhamento clínico do paciente, pois é ele quem mais conhece as particularidades de cada paciente, tendo, portanto, melhores condições de opinar e prescrever a conduta mais adequada.

3. Os patrocinadores não têm nenhuma responsabilidade ou influência sobre o conteúdo do portal.